AS SEXUALIDADES


A noção freudiana da sexualidade é uma noção ampliada, ou seja, que vai muito além da genitalidade. A sexualidade não pode ser resumida à genitalidade apesar desta estar contida na sexualidade.

Essa noção ampliada faz a gente entender que o ser humano baseia sua vida na busca por prazer.

Freud e a sua criação da psicanálise nos demonstram que a sexualidade humana surge na infância. Sim, a criança busca prazer, ou seja, descarga libidinal através de ações.

Essa sexualidade humana passa por fases ao longo da vida infantil.

Fase oral.

Fase anal.

Fase fálica.

Falar em fases do desenvolvimento da libido é falar das fases da sexualidade humana.

Cada fase boa demonstra onde encontra-se a zona erógena da criança. É onde a criança obtém prazer.

Em sua fase oral, o prazer da criança está concentrado na boca. Mamar, mastigar, falar etc.

Em sua segunda fase, a libido se desloca da boca para o ânus e exerce seu prazer através de retenção e expulsão do bolo fecal.

Na sua terceira fase, a libido agora se desloca para os órgãos genitais, surgindo então a fase fálica e todas as fantasias contidas nessa região corporal, como por exemplo, ter poder, preencher, ter ou não ter um pênis etc.

Cada fase da libido dará luz à características libidinais na vida adulta de acordo com suas fixações na vida infantil.

Posts em Destaque 
Posts Recentes 
Arquivos
Pesquisa por Tags 
Sigam-nos
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • Twitter Basic Square

© 2017 por P@t Estúdio

Todos os Direitos Reservados

Pat logo5.png