SEGUNDA DESCOBERTA FREUDIANA

 

 

A maioria das pulsões não é consciente para o homem. Ele explica o próprio comportamento para si mesmo, como um resultado de causas sensatas, enquanto age sente e pensa de acordo com essas forças inconscientes que motivam seu comportamento.

 

Freud descobriu que existe uma profunda distância entre o que a pessoa fala e o que a pessoa faz. Entre aquilo que o indivíduo gostaria de ser , fazer e viver e aquilo que ele realmente faz, vive e fala.

 

A maioria dos desejos não á sabido, ou seja, o ser humano não sabe de si e sobre o que deseja, mas isso não o impede de executar esses desejos. Independente de qualquer explicação que a pessoa faça de si, isso não muda as ações oriundas de seu inconsciente, de seus desejos, justamente porque ele não tem acesso ao seu inconsciente. Somente a percepção do desejo de origem inconsciente permite a alteração da repetição da ação indesejada.

 

O conteúdo impedido de vir a consciência ressurgirá através de sintomas, ações repetitivas e tudo aquilo que o indivíduo faz sem entender porque faz. A análise dará a esse indivíduo um maior conhecimento da própria ordem desejante e causará como efeito colateral a redução dos sintomas e redução do sofrimento psíquico.

 

 

ESTUDE PSICANÁLISE: www.psicanalisecurso.com.br

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts em Destaque 

O QUE É PSICANÁLISE

February 20, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes 

December 11, 2018

July 12, 2018

Please reload

Arquivos
Please reload

Pesquisa por Tags 
Please reload

Sigam-nos
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • Twitter Basic Square

© 2017 por P@t Estúdio

Todos os Direitos Reservados

Pat logo5.png